Senado Federal homenageia a Rede SARAH

O Senado Federal homenageou a Rede SARAH em Sessão Especial no dia 15 de junho de 2015. Proposta pelo senador Cristovam Buarque do PDT-DF, a cerimônia em reconhecimento aos 55 anos de criação do Centro de Reabilitação SARAH Kubitschek e em memória do seu fundador, o médico e cientista Aloysio Campos da Paz Jr, teve o Plenário ocupado por funcionários, pacientes da Rede SARAH e familiares de Dr. Campos da Paz. O apoio e a admiração de políticos e intelectuais ao trabalho do fundador da Rede estavam expressos na formação da Mesa. Presidida pelo senador Cristovam Buarque, contava também com o ex-presidente José Sarney, o ex-presidente do STF Sepúlveda Pertence, o ex-presidente do TCU, embaixador Carlos Átila, além da viúva, Elsita Coelho Campos da Paz.

A neurocientista Dra. Lúcia Willadino Braga, presidente da Rede SARAH, lembrou o principal legado deixado por Campos da Paz ao discursar, o Modelo Humanista de tratar, “porque vê o paciente como primeira pessoa, caso a caso, individualmente”.

Fizeram uso da Tribuna, a senadora Ana Amélia do PP-RS, o senador Telmário Mota, líder do PDT-RR, Hélio José do PSD-DF, o senador Wellington Fagundes do PR-MT, o deputado Osório Adriano do DEM- DF e o ministro Sepúlveda Pertence. Mas foi o amigo e colaborador Carlos Átila quem deu o tom da personalidade de Campos da Paz em um depoimento com ingredientes históricos: “inconformista que não se rendia a regras irracionais”. Aprovado por unanimidade no Congresso Nacional, o amigo ainda falou dos princípios levados em conta para a criação do Contrato de Gestão do SARAH: “é um modelo viável, possível e certo e a solidez da obra construída, se impõe!”.

Correio Braziliense/18 de junho de 2015