Xingu - Tradição e Modernidade - Belo Horizonte

A vida tem se tornado uma corrida contra o tempo e, cada vez mais, mergulhamos em nossas rotinas com seus problemas e dilemas. Necessitamos nos reinventar e modificar a forma como enxergamos os acontecimentos à nossa volta.

A arte, com seu olhar particular sobre as realidades, nos lança um incômodo bom, se assim podemos dizer. Ao sermos impactados com o registro fotográfico de uma cena, somos tirados do lugar comum e levados a refletir sobre o eu e o outro.

As fotografias de Rosa Berardo nos transportam não apenas para uma cultura diferente, mas para um lugar novo, onde se torna imperante imaginar, pensar, indagar...

"Pensar que pessoas geneticamente semelhantes podem viver de maneiras tão diferentes e serem felizes seguindo seus princípios, suas crenças, seus valores culturais. Acho que pela primeira vez entendi que não era o centro do mundo e nem o modelo de comportamento para conduzi-lo." Rosa Berardo

Trazer a arte para dentro de um centro de reabilitação é aproximá-la de todos. É promover a cultura e a reflexão. Quem disse que a Arte não é reabilitadora?

"E no Xingu a cada dia eu me dava conta da infinidade de detalhes, riquezas culturais que a pobreza dos enquadramentos não conseguiam abarcar. Sem megalomanias tentei fazer o que pude, dentro dos limites do quadro fotográfico e dos meus..." Rosa Berardo