"Eu te amo" de Arnaldo Jabor

Entre risadas e momentos de silêncio reflexivo, os pacientes internados na unidade Brasília da Rede SARAH de hospitais assistiram, no último dia 22 de junho, a encenação da peça “Eu te amo” com Juliana Martins e Sérgio Marone. O texto, que deu origem ao filme homônimo de 1981, foi renovado para ser montado no teatro, com direção de dois cineastas, Rosane Svartman e Lírio Ferreira. Ao tratar de paixão, rejeição, desejo, carência, derrota, e brincar com a fronteira entre verdade e mentira, ficção e realidade, muito associadas ao espírito da modernidade, a peça capturou imediatamente a atenção da plateia.

Ao final do espetáculo, os atores se mostraram muito emocionados pela experiência ímpar de encenar para um grupo de pacientes em processo de reabilitação. As reações surpreenderam. “Não imaginava que fôssemos ouvir tantas risadas durante o espetáculo”, observaram Juliana e Marone. Cleide Pereira, paciente internada na Ortopedia, resumiu bem os comentários dos pacientes após a apresentação. “Estou sentindo borbulhar por dentro. A gente estar no hospital e poder esquecer por uma hora o tratamento, a doença, limpa a cabeça de uma forma inacreditável. Devolve a nossa disposição para retomar com mais vontade ainda o trabalho de reabilitação no dia seguinte”.  

 _05A0069.jpg

4J6A3493.jpg

4J6A3479.jpg

4J6A3587.jpg

4J6A3512.jpg

_05A0142.jpg